sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

MEDO DE AMAR



Não te dei a chave do meu coração
E nem entreguei o meu segredo
Espero que não fique magoado, paixão
É que, para amar de novo, me dá medo...


Nunca entreguei meu coração para ninguém
Pois ele contém muito mistério e segredo
Tenha um pouco de paciência comigo, meu bem
Porque para o amor, ando insegura de tudo...


Não é sua culpa, nem minha também, querido
Já sofri por um grande amor em minha vida
E hoje meu coração ainda continua ferido
Decepção de amor é muito arrasadora e doida...


Ela arrebenta nosso peito, o coração fica em cacos
Não quero continuar catando caquinhos 
De um outro amor doente e fracassado 
Quero um amor puro e verdadeiro em meu caminho...


Venha me ajudar a catar os caquinhos
Deste pobre e triste coraçãozinho
Que ultimamente vive abandonado, sozinho 
E que anda choramingando pelos cantinhos...




Rakel Vianna 


09/02/2012 

2 comentários:

  1. Nossa, adorei seu Blog Rakel!
    Tudo que vc escreve é lindo!
    Parabéns
    Milton

    ResponderExcluir